domingo, 18 de setembro de 2011

Caruru.


Caruru - Foto em www. Receitasdecomidas.com.br

27 de Setembro está chegando e para homenagear os santos mártires S. Cosme e S. Damião, vamos reproduzir uma receita baiana de caruru que vimos em um site da internet.

É um dia festivo porquê no dia 26 a Igreja Católica celebra sua memória, e no dia seguinte realiza-se a sua festa, e nos terreiros de candomblé também são comemorados, juntamente com os espíritos infantis dos gêmeos, e dinvindades infantis ou erês, dentro do sincretismo religioso.

Ainda é de costume se fazer o Caruru de Ibeji (divindade gêmeas nagôs) em alguns terreiros mais tradicionais de candomblé na Bahia, oferecendo-se o primeiro delicioso alimento na bacia de ágate e pondo-se ali 7 meninos para comê-lo em comunhão conjunta.

Vamos à receita, destacando-se que algumas casas não colocam pimentão, castanha ou amendoim, e outras usam do camarão fresco inteiro e descascado, deixando o seco para tempero, e não batem em liquidificador...


"Receita do Caruru


Ingredientes (para 25 pessoas):


200 quiabos


1 kg de camarão seco


6 cebolas brancas grandes


2 pimentões graúdos(a gosto)


1 porção de castanha de caju assada e moída


1 copo de amendoim torrado e moído


Azeite de dendê


um pouco de gengibre ralado (uma colher de sobremesa)






Como fazer:


Lave bem os quiabos para que saia a baba, separe sete, inteiros, para oferecer aos ibejis. Corte o restante em cubos bem pequenos. Bata no liquidificador o camarão e todos os temperos, depois refogue no azeite quente e coloque os quiabos cortados. misture bem todos os ingredientes na panela coloque a água quente, ponha um pouco de azeite e deixe cozinhar. se achar necessário ponha mais azeite(aos poucos) e se o quiabo estiver ainda duro…ponha mais um pouco de água quente."

Fonte:
Rosilda Oliveira, em Cultura Baiana 
http://www.culturabaiana.com.br/caruru/

2 comentários:

Kleverton Almirante disse...

Adorei a receita. Ficou ótimo o novo layout e mais legível. Parabéns pelo excelente trabalho.

Ifabimi disse...

Ètchéhoun.